Mundo

Geórgia elege primeira presidente mulher na história

Comissão Central Eleitoral da Geórgia declarou nesta quinta-feira (29) que a candidata independente Salome Zurabishvili venceu as eleições presidenciais no país, com 60% dos votos. Ela será a primeira mulher a assumir o cargo, após ter derrotado o oposicionista Grigol Vashadze, que obteve 40%. “Nossa opção é por uma Geórgia pacífica, um país unido com cidadãos iguais” disse a presidente eleita, que nasceu na França, tem 66 anos e é ex-ministra das Relações Exteriores da ex-república soviética. Apesar de ter concorrido com uma candidatura independente, ela teve o apoio do partido governista “Sonho Georgiano”. Já o oponente, Grigol Vashadze, foi apoiado por uma coalizão de oposição liderada ex-presidente Mikheil Saakashvili e seu partido, o Movimento de União Nacional.
Vashadze não reconheceu o resultado das urnas, que classificou como uma “farsa criminosa” e declarou que vai pedir recontagem dos votos. Ele também convocou apoiadores a realizarem protestos por todo o país.
A Geórgia está em processo de transição do regime presidencialista para o parlamentarista, no qual o chefe de governo é o primeiro-ministro. As eleições de quarta-feira (28) foram as últimas em que os cidadãos votaram diretamente para presidente. Em 2020, serão realizadas as próximas eleições parlamentares no país.
ANSA

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.