Ceará

Líder de organização criminosa é preso em hotel de luxo na Av. Beira-mar em Fortaleza

Antônio Guerra de Oliveira Filho, conhecido como 'Cabeça', 'Crânio' ou 'Mano Três', é acusado de tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro
O líder de uma organização criminosa que traficava drogas e lavava dinheiro no Ceará foi preso após uma investigação da Polícia Civil, dentro da operação batizada de "Arapuca". Antônio Guerra de Oliveira Filho foi capturado na última quarta-feira (14), num hotel de luxo na Av. Beira-mar, em Fortaleza. A divulgação foi feita durante coletiva nesta segunda-feira (19).
Antônio Guerra, conhecido como "Cabeça", "Crânio" ou "Mano Três", já tinha sido preso, mas desde agosto estava fora da prisão, usando tornozeleira eletrônica. Ele é acusado de tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A quadrlha também é suspeita de cometer homicídios.
Mano Três do Comando Vermelho
A Polícia suspeita de que um dos apelidos do suspeito, Mano Três, seja devido ao fato de ele ser um dos primeiros membros da facção criminosa Comando Vermelho no Ceará, a quem a quadrilha é ligada.
A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) também cumpriu três mandados de prisão de outros integrantes da quadrilha. Com o grupo criminoso foram apreendidos drogas e dinheiro, além de armas e munição de uso exclusivo das Forças Armadas. O grupo atuava nos bairros: Curió, Lagoa Redonda, Messejana e Sapiranga. Dois imóveis usados pela quadrilha para o tráfico de drogas foram confiscados.
Segundo o titular da Draco, delegado Harley Filho, Antônio Guerra "permaneceu 60 dias em prisão temporária e em agosto ficou em liberdade. Só que as investigações continuaram. Logo após o seu alvará de soltura, ele foi residir em um hotel de luxo na [Avenida] Beira-mar, mesmo sem ter nenhuma atividade. Ficou bem claro aí a ostentação".
Perfil da Quadrilha
Antônio Guerra de Oliveira Filho, 35 anos, era o líder do grupo. Foi preso em um hotel de luxo na Avenida Beira-mar. A polícia começou a investigar as ações criminosas lideradas pelo "Cabeça" em 2017 e, em abril deste ano, ele foi preso. Foi liberado em agosto com o uso da tornozeleira eletrônica.
Natanel Rocha Prates, 25 anos, conhecido como 'Nael', gerenciava o tráfico nos bairros São Miguel e Curió. Natanael recebia ordens do Antônio Guerra. Com ele a polícia apreendeu 10kg de maconha, 1,6 kg de crack, balança de precisão, dois revólveres e uma espingarda. ele responde por homicídio, trafico de drogas, porte de arma, receptação e associação criminosa. Ele já estava preso desde o dia 3 de maio deste ano.
Manuel Prudêncio do Vale Filho ,36 anos, e Ivonaldo Vitor Silva Nogueira, 24 anos. Com eles foram confiscados três imóveis, um veículo Corolla e cerca de R$ 30 mil em espécie.
Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.