Brasil

PF prende Joesley Batista em desdobramento da Lava Jato

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira o empresário Joesley Batista, um dos controladores da JBS, em um desdobramento da operação Lava Jato em Minas Gerais que investiga uma suposta organização criminosa que atuava na Câmara dos Deputados e no Ministério da Agricultura com pagamento de propina a agentes públicos e políticos.
A prisão de Joesley, que já havia sido detido em setembro do ano passado no âmbito da Lava Jato acusado de omitir informações de acordo de delação premiada fechado com a Procuradoria-Geral da República, foi confirmada pela assessoria de imprensa do executivo, que não tinha um posicionamento de imediato sobre a operação.
Em comunicado sem citar os nomes dos alvos da operação, a Polícia Federal disse que a ação visa cumprir 63 mandados judiciais de busca e apreensão e 19 mandados de prisão temporária, todos expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Em nota separada sobre a mesma operação, a Receita Federal disse que são 18 mandados de prisão e 56 de busca e apreensão.
Além de Joesley, também foi preso o vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade (MDB), de acordo com a Globonews.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.