Brasil

Ministério do Trabalho será extinto, volta a afirmar governo Bolsonaro

Em entrevista à Rádio Gaúcha na manhã desta segunda-feira (3), o deputado federal e futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o Ministério do Trabalho será extinto no governo de Jair Bolsonaro. O presidente eleito já havia afirmado que extinguiria a pasta. Contudo, após a repercussão, voltou atrás no dia 13 de novembro, quando declarou que a pasta manteria o status de ministério.
Agora, de acordo com Onyx Lorenzoni, os trabalhos desenvolvidos pela pasta serão divididos entre três ministérios: Justiça, da Cidadania e da Economia. “O atual Ministério do Trabalho, como é conhecido, ficará uma parte no ministério do doutor Moro, outra parte com Osmar Terra e outra parte com Paulo Guedes”, afirmou.
A pasta de Sérgio Moro deverá ficar responsável por concessões de cartas sindicais e a fiscalização do trabalho escravo, disse Lorenzoni.
Já as políticas de geração de emprego ficarão divididas entre os ministérios da Economia e da Cidadania, explicou.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.