Brasil

Alegando ameaças de morte, Jean Willys renuncia mandato e vai sair do País

O deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) anunciou nesta quinta-feira (24), por meio das redes sociais, que abrirá mão de seu terceiro mandato consecutivo na Câmara dos Deputados. Wyllys, que está de férias no exterior, justifica a decisão afirmando que vem sendo vítima de ameaças de morte.
Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!, diz o deputado.
Eleito com 24.295 votos, Wyllys é o primeiro parlamentar assumidamente homossexual a lutar pelos direitos da comunidade LGBT na Câmara, causa que lhe rendeu enfrentamentos com grupos conservadores.
A renúncia ainda não foi oficializada. Se for confirmada, a vaga será ocupada por David Miranda, também do Psol. Willys disse também que vai residir no exterior.
Agência Câmara de Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.