Ceará

Além da onda de atentados, fim de semana violento no Ceará registrou 39 casos de assassinatos

Além da onda de atentados a coletivos e prédios públicos e privados na Grande Fortaleza – iniciada na madrugada de sexta-feira - o último fim de semana de julho de 2018 registrou também violência armada que deixou várias pessoas mortas em 72 horas. Entre a sexta-feira (27) e o domingo (29), ocorreram 39 assassinatos no Ceará, sendo 16 na Capital, 15 no Interior e mais oito na Região Metropolitana (RMF).
Em Fortaleza, 16 pessoas foram mortas nos seguintes bairros: Bom Jardim (3 casos), José Walter (3 casos), Centro, Granja Lisboa, Conjunto Palmeiras, Messejana, Genibaú, Bonsucesso, Jacarecanga, Edson Queiroz, Passaré e Vila Peri. Neste último, a vítima do assassinato, a tiros, foi um policial militar da Reserva Remunerada (RR).
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a Polícia fez o registro de oito homicídios nos seguintes Municípios: Caucaia (3 casos), Maracanaú (2 casos), Maranguape, Pacatuba e Aquiraz.
No Interior Sul, foram nove pessoas mortas nos seguintes Municípios: Russas (3 homicídios), Iguatu (2 crimes), Senador Pompeu, Quixeramobim, Quixadá e Nova Olinda.
No Interior Norte, foram registrados seis assassinatos em Sobral (três casos), Redenção, Itarema e Itapajé.
Duplo homicídio
No começo da tarde do domingo (29), os corpos de dois homens – ainda não identificados – foram encontrados crivados de balas em um terreno baldio próximo ao Condomínio Cidade Jardim, no bairro Prefeito José Walter. Policiais militares e equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e stiveram no local dando início às investigações em torno do fato.
Em Sobral, na região Norte do estado (a 224Km de Fortaleza), entre os três homicídios registrados na cidade durante o fim de semana, um deles teve como vítima uma adolescente. A garota de 14 anos foi morta, a tiros, na noite de sábado (28) no bairro Terrenos Novos. Uma suspeita foi detida pela Polícia daquele Município.
Jornalista Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.