Ceará

Aneel discute aumento de 11,62% na conta de luz

Entre os itens que mais impactam os índices propostos está o custo com aquisição de energia e gastos para remunerar a atividade
A Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (22), em reunião colegiada, realização de audiência pública para discutir a Revisão Tarifária Periódica da Enel Ceará. Para os consumidores de baixa tensão, o aumento seria de 11,39%, enquanto para indústrias e outros consumidores de alta tensão seria de 12,23%.
Na revisão, os itens que mais impactam os índices propostos são custos de aquisição de energia, gastos para remunerar a atividade de distribuição de energia e componentes financeiros previstos para compra de energia e risco hidrológico. O diretor Sandoval Feitosa, relator do processo, falou também sobre a participação dos impostos no custo da tarifa da concessionária cearense. “No caso da Enel Ceará, os impostos respondem por um terço da composição tarifária da empresa e contribuem de maneira importante no valor da tarifa”.
A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e tem por objetivo obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela ANEEL.
A Enel atende 3,5 milhões de unidades consumidoras localizadas em 184 municípios do Ceará.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.