Mundo

Explosão em duto de gasolina já soma 66 vítimas fatais no México

Subiu para 66 o número de vítimas fatais na explosão de um duto perfurado ilegalmente no México, informou há pouco o governador do Estado de Hidalgo, Omar Fayad. Mais de 85 pessoas foram listadas como desaparecidas após o acidente, que ocorreu na cidade de Tlahuelilpan, a cerca de 100 quilômetros da Cidade do México.
O secretário municipal de saúde, Jorge Aguilar Lopez, declarou que o acidente precisa servir de exemplo para que toda a nação se junte aos esforços do presidente Andres Manuel Lopez Obrador em combater o furto de gasolina.
O acidente ocorreu apenas três semanas após o novo presidente, Andres Manuel Lopez Obrador, lançar uma ofensiva contra gangues de roubo de combustível, que já perfuraram torneiras perigosas e ilegais em gasodutos ao menos 12.581 vezes entre janeiro e outubro de 2018, numa média de cerca de 42 por dia.
Muitas pessoas levavam materiais precários para coletar o combustível furtado, como baldes e latas de lixo. Houve incêndios em casos anteriores, mas não na mesma escala e intensidade do ocorrido nesta sexta-feira.
A expectativa agora é de que Lopez Obrador intensifique os esforços no combate à prática, que provoca perdas anuais de US$ 3 bilhões à indústria petroleira.
Correio 24 horas

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.