Brasil

Michelle Bolsonaro vira alvo de investigação por receber cheque de Queiroz

A primeira-dama Michelle Bolsonaro terá seu sigilo fiscal averiguado pela Receita Federal devido a 1 cheque de R$ 24 mil depositado em sua conta corrente por Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.
Queiroz está sendo investigado após o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) identificar movimentações financeiras atípicas em sua conta, como R$ 1,2 milhão movimentado de janeiro de 2016 a janeiro de 2017 e R$ 5,8 milhões nos 2 anos anteriores.
Segundo o Valor Econômico, o procedimento fiscal foi aberto pela Receita na 4ª feira (23.jan.2019) a partir das informações reveladas do relatório do Coaf. O Fisco passou a investigar 27 deputados estaduais do Rio de Janeiro e 75 servidores da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).
O presidente disse que o depósito feito na conta de Michelle foi referente ao pagamento de uma dívida pessoal. E afirmou que foram R$ 40.000.
Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com 1 problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24.000, foram R$ 40.000. Se o Coaf quiser retroagir 1 pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40.000”, disse Bolsonaro, ao afirmar que Michelle recebeu 10 cheques de R$ 4.000.
Poder360

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.