Ceará

Polícia Militar afirma que facção GDE ordenou ataques a prédios públicos e assassinatos em Quixadá

O 9º Batalhão de Polícia Militar revelou em relatório enviado à imprensa, nesta terça-feira, 22, que a facção identificada como GDE ordenou ataques contra prédios públicos e assassinatos de rivais em Quixadá, principal município do Sertão Central.
Na manhã desta terça-feira, durante troca de tiros, o Comando Tático Rural (Cotar) abateu dois suspeitos. Segundo o 9º BPM, os dois indivíduos haviam sido enviados por chefes da GDE de Fortaleza para executar ações de terror em Quixadá e, inclusive, para matar faccionados rivais.
Denúncias recebidas pela polícia afirmavam que cinco indivíduos estavam escondidos em uma casa localizada num sítio na Zona Rural do município. Os policiais, porém, não encontraram ninguém no local, mas fizeram uma verificação no matagal nas proximidades e acabaram encontrando um acampamento. O Cotar afirma que foi recebido a bala e revidou. Os dois acusados levaram a pior e morreram. Os demais conseguiram fugir.
Os dois mortos foram identificados apenas pelas iniciais WMFM e MJFS. Eles já eram bem conhecidos da polícia cearense, pois respondiam por diversas violações ao Código Penal Brasileiro. Com eles a polícia apreendeu uma pistola calibre ponto quarenta e um revólver calibre trinta e oito.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.