Ceará

Camilo pede a Moro permanência da Força Nacional por mais 30 dias no Ceará

O governador Camilo Santana encaminhou ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pedido para que a Força Nacional permaneça no Ceará por mais 30 dias. O objetivo é principalmente reforçar o trabalho de vigilância contra ações criminosas das facções e, em especial, para manter o controle do sistema prisional.
Desde o dia 2 de janeiro que o Estado registra ataques patrocinados por facções. Nos últimos dias, o quadro amenizou, mas o governador avisou que a ordem é permanecer em alerta.
Camilo anunciou ainda que, dentro dessas ações contra o crime organizado, vai implantar sistema de videoconferência nas unidades prisionais da Região Metropolitana de Fortaleza, em Sobral (Zona Norte), Juazeiro do Norte (Cariri) e no Vale do Jaguaribe para dar celeridade no âmbito da Justiça e evitar deslocamento de presos em audiências, objetivando também economia de custos para o aparelho policial.
Camilo deixou claro que, na luta contra as facções, tem contado com a parceria do Poder Judiciário, do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.