Ceará

Ceará vence Horizonte no Castelão e retoma liderança do Estadual

Com dois gols na etapa final, Vovô vence mais uma, em jogo que fechou a segunda rodada da 2ª fase do Campeonato Cearense.
O Ceará até teve dificuldades de se livrar da marcação do Horizonte no primeiro tempo, mas conseguiu marcar dois tentos na etapa final e saiu do Castelão, na noite desta quarta-feira, 13, com a segunda vitória consecutiva no Campeonato Cearense. Juninho e Chico marcaram os gols do Alvinegro, que retomou a liderança da competição.
A partida marcou a estreia do volante Auremir, que deixou o gramado no segundo tempo sentindo cãibras, mas foi bem em campo. Os dois goleiros, Fernando Henrique e Diego, se destacaram, especialmente no segundo tempo.
Considerado time reserva, a formação lançada por Lisca a campo mostrou que tem plenas condições de disputar o Estadual, se assim for a estratégia da comissão técnica
O JOGO
O Ceará não abriu o placar no primeiro tempo porque o ataque pecou muito na hora de finalizar. Por três vezes, o Vovô fez blitz na grande área do Horizonte e não conseguiu concluir a jogada. A chance mais clara a favor do Alvinegro foi um lance contra. Aos 27 minutos, João Paulo cruzou rasteiro para Ricardo Bueno e dois defensores do Horizonte se atiraram na bola, mandando contra o próprio gol, mas Diego estava atento e segurou.
O Horizonte teve seus méritos em segurar a defesa alvinegra. Apesar da equipe comandada por Lisca girar bem a bola, saindo pelos lados e até pelo meio, quando chegava perto da meta do adversário, o Vovô tinha dificuldades de achar uma espaço para chutar no gol. A primeira finalização certa, por exemplo, só saiu aos 24 minutos.
Houve ainda uma reclamação de pênalti por parte do Ceará. Aos 30, João Paulo foi derrubado na grande área por um jogador do Horizonte que se desequilibrou. Com ou sem intenção, houve o choque por baixo, num lance sem bola, mas o árbitro decidiu mandar a jogo prosseguir.
O Galo do Tabuleiro teve dois momentos. Um com Dudu Beberibe, único homem projetado à frente, que recebeu lançamento, ganhou de Edinho na corrida e bateu na saída de Fernando Henrique, sem muita força. E com Lucas Neres, cobrando falta no último lance, por baixo, também fácil para o goleiro alvinegro.
Nos dois primeiros lances do segundo tempo, Willie e Matheus Matias quase marcaram para o Vovô, o que deu a impressão de que abrir o placar seria questão de tempo. O Horizonte, porém, tinha voltado com uma postura diferente. O técnico Gilmar Silva soltou mais a equipe e o Galo começou a ir até o ataque com mais de um jogador, mesmo se expondo um pouco mais.
Em um primeiro momento, a estratégia funcionou. Nas investidas de Dudu Beberibe e Vinícius, Fernando Henrique teve que fazer pelo menos três defesas difíceis. O Horizonte chegou até a marcar um gols, aos 13, após cobrança de escanteio, mas o último a tocar na bola estava em posição irregular.
O Ceará continuava com dificuldade de converter o maior volume de jogo em chances claras de gol. O penúltimo passe, para armar as jogadas, não saia com qualidade. Foi quando Lisca lançou Chico e Felipe Baxola nas vagas de Willie - que saiu vaiado - e Matheus Matias. As mudanças surtiram efeitos e o Alvinegro passou a incomodar ainda mais.
Fernando Henrique e Diego começaram a aparecer mais no jogo a medida que os times passaram a finalizar melhor. O goleiro do Galo trabalhou mais e ainda sofreu dois gols. O primeiro de pênalti, cobrado por Juninho, aos 20 minutos. A penalidade foi marcada sobre Cristóvam, que entrou na área e foi derrubado pelo zagueiro Rômulo.
O segundo gol foi indefensável. Aos 42, Chico recebeu na meia lua, limpou e chutou alto, para selar a segunda vitória do Ceará na Estadual. O Vovô recuperou a liderança, com 6 pontos ganhos.
O POVO Online

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.