Ceará

No Ceará, 3.113 pessoas são monitoradas por tornozeleira eletrônica; 161 estão foragidas

Estatísticas do sistema penitenciário cearense mostraram que o último mês de janeiro terminou com 161 pessoas que usam tornozeleiras eletrônicas foragidas. Em dezembro de 2018, eram 139 os foragidos.
Os dados de janeiro da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) mostram que o Estado tem 3.113 pessoas monitoradas pelo equipamento - 79,2% são homens e 20,8% são mulheres.
Entre os monitorados ativos, por tipo de decisão, 672 (25,5%) estão em prisão domiciliar, 272 (10,2%) por trabalho externo, dois (0,4%) por saída temporária e 134 (5%) cumprem medida protetiva por violência doméstica. A maioria, 2.032 (59,5%), são monitorados enquanto cumprem medidas cautelares.
Os números de dezembro da SAP mostram que, dos monitorados por tornozeleiras, eram 626 do gênero feminino e 2.149 do masculino.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.