Ceará

Adolescente foi estuprada por seis tios durante 10 anos no Ceará

Uma adolescente de 17 anos foi estuprada pelos próprios tios durante 10 anos no Crato, cidade da Região do Cariri, no Ceará. Dos seis denunciados, cinco foram presos na manhã desta sexta-feira (1º) e um está foragido. A mãe sabia dos abusos desde 2016.
Os suspeitos foram denunciados pela adolescente, anonimamente, no fim de 2018. Após a investigação foram expedidos 6 mandados de prisão pela justiça. Os nomes foram omitidos para preservar a vítima.
De acordo com a polícia, os estupros começaram após a morte do pai da vítima, quando ela tinha apenas 7 anos de idade. Durante a investigação, os agentes descobriram que a denúncia foi feita pela própria adolescente.
A vítima morava com a mãe e os tios, irmãos do pai dela, num sítio, mas em casas diferentes. A mãe da jovem teve conhecimento dos estupros em 2016 mas, segundo ela, não procurou a polícia por medo.
A vítima vai passar por tratamento psicológico para tratar o trauma sofrido ao longo dos 10 anos. Os suspeitos, detidos com mandados de prisão temporária, vão responder por estupro coletivo de vulnerável.
De acordo com Kamila Brito, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do Crato, os 30 dias em que os tios da vítima ficarão presos serão suficientes pra ouvir todos os depoimentos necessários e concluir as investigações. Depois desse prazo, eles ficar à disposição da justiça.
Os presos foram levados à DDM do Crato, onde serão ouvidos para, em seguida, serem levados à cadeia pública do Crato. A vítima e mãe também prestaram depoimento.
Portal G1

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.